Imagem: Logo

41 3058.7700 ou 47 3121.8600

Notícia - Perfimec - Corte de metais com qualidade e prazo certo

Home > Perfimec na Mídia

Fonte: http://www.guiadasiderurgia.com.br/novosb/component/content/article/47-edicao48/edicoes-anteriores/165-perfimec

Siderurgia Brasil — Edição 48
Empresas em 10 Nov 2008

A Perfimec inaugura uma filial em Santa Catarina disposta a consolidar sua presença no mercado de corte de metais do Sul do país.

Especializada no processamento de metais, a Perfimec S.A. vem dando largos passos no sentido de se consolidar como a principal prestadora de serviços de cortes em metais ferrosos e não ferrosos na Região Sul do país. “Nós podemos proporcionar aos nossos clientes não só o serviço de corte, mas todo um atendimento diferenciado, cujos pontos fortes são a qualidade dos produtos e o atendimentos dos prazos de entrega”, assegura Danny Berté, presidente da empresa.

Localizada em Curitiba, a Perfimec está instalada em uma área coberta de 5.800 mil m² em um terreno de 16 mil m². Para 2009, a empresa prevê expandir sua área para 11.200 m² em um terreno de 61 mil m². O principal objetivo dessa expansão é a ampliação da linha de serviços oferecidos, que já conta com os processos tradicionais de corte e dobra, e os demais cortes térmicos obtidos através de oxicorte, plasma ou laser. No mês de outubro, a Perfimec inaugurou sua primeira filial, localizada no município de Araquari, próximo a Joinville, um dos principais pólos do setor metal-mecânico no Sul do Brasil, que deve funcionar como um centro de distribuição e revenda de todos os tipos de metais ferrosos, com exceção dos vergalhões para a construção civil.

Danny Berté estima que, este ano, o faturamento da Perfimec deverá crescer 60% em relação a 2007. Essa expansão será o resultado dos investimentos constantemente realizados desde o início de suas operações, em março de 2006, na compra de novos equipamentos e na ampliação de seu espaço físico. Em constante expansão, a empresa está voltada a oferecer soluções e processos diferenciados de corte em relação aos seus concorrentes diretos.

Ainda no entender de Berté, um dos fatores primordiais ocorridos na vida da empresa foi que, ao agregar qualidade não só ao produto final, mas ao atendimento pós-venda, a Perfimec acabou estreitando os vínculos comerciais com seus clientes. “Aqueles que consumiam regularmente um único item, ao perceberem os benefícios de conciliar a compra da matéria-prima e o processamento oferecido pela Perfimec, ampliaram suas programações e incluíram novos itens de consumo”, explica.

Sobre as perspectivas do mercado, Berté acredita que a recente valorização do dólar deve inibir as importações de produtos siderúrgicos. “As usinas nacionais têm capacidade de atender o mercado doméstico e, ao mesmo tempo, as oportunidades de compra de material importado devem desaparecer. Neste momento não vejo motivos para novos reajustes, pois os aumentos registrados neste ano colocaram os preços internos no mesmo patamar dos preços internacionais”, conclui o presidente da Perfimec.


Postado em 27/01/2015